quarta-feira, julho 19, 2006

Ligeira Sugestão de Leitura para férias

Para as férias vão me acompanhar uns livros....

O Príncipe Rosa Cruz ----------José Braga Gonçalves
O Homem da Carbonária-------Carlos Ademar
Pense e Fique Rico------Napoleon Hill


Boas leituras,


com um pouco de paciencia volto a ler o Equador------Miguel Sousa Tavares....


Boas Férias....

terça-feira, julho 18, 2006

O Tempo de um Cigarro


Eu vou de férias.....

Ser Português é................

Ser Português é...
- Levar o arroz de frango para a praia.
- Guardar as cuecas velhas para polir o carro.
- Ladie'snight à quinta.
- Ter tido a última grande vitória militar em "1385".
- Enfeitar as estantes da sala com as prendas do casamento.
- Guiar como um maníaco e ninguém se importar com isso.
- Viajar para as grutas de Madagáscar e encontrar lá outro português.
- Ninguém saber nada do nosso país excepto os Brasileiros e os Espanhóis que gozam dele.
- Levar a vida mais relaxada da Europa, mesmo sendo os últimos de todas as listas.
- Ter sempre marisco, tremoços e álcool anualmente a preços de saldo.
- Receber visitas e ir logo mostrar a casa toda.
- Dar os máximos durante 10 km para avisar os outros condutores da polícia adiante.
- Ter o resto do mundo a pensar que Portugalé uma província espanhola.
- Exigir que lhe chamem "Doutor" mesmo sendo um Zé Ninguém.
- Passar o domingo no centro comercial.
- Tirar a cera dos ouvidos com a chave do carro ou a tampa da esferográfica.
- Axaxinar o Portuguex ao eskrever.
- Gastar 10 mil contos no Mercedes C220 cdi, mas não comprar o kit mãos-livres porque "é caro".
- Ir à aldeia todos os fins-de-semana visitar os pais ou avós.
- Gravar os "donos da bola".
- Ter diariamente pelo menos 8 telenovelas brasileiras e 2 imitações rascas da TVI na televisão.
- Já ter "ido à bruxa".
- Filhos baptizados e de catecismo na mão mas nunca pôr os pés na igreja.
- Ir de carro para todo o lado, aconteça o que acontecer, e pelo menos a 500 metros de casa.
- Lavar o carro na fonte ao domingo.
- Levar com as piadas dos brasileiros, mas só saber fazer piadas dos alentejanos e dos pretos.
- Ainda ter uma mãe ou avó que se veste de luto.
- Viver em casa dos pais até aos 30 anos.
- Ter pelo menos 2 camisas traficadas da Lacoste e 1 da Tommy
- No restaurante largar o puto de 4 anos aos berros e a correr como um louco a incomodar os restantes.
- Ter bigode e ser baixinho(a).
- Conduzir sempre pela faixa da esquerda da auto-estrada (a da direita é para os camiões).
- Ter o colete reflector no banco do passageiro
- Pendurar o cd no retrovisor para "enganar o radar".
- Ter três telemóveis.
- Jurar não comprar azeite Espanhol nem morto, apesar da maioria do azeite vendido em Portugal ser Espanhol.
- Organizar jogos de futebol solteiros e casados.
- Ir à bola, comprar "prá geral" e saltar "prá central".
- Gastar uma fortuna no telemovel mas pensar duas vezes antes de ira ao dentista.
- Cometer 3 infracções ao código da estrada por quilometro percorrido.


Nota:Este post não é da minha autoria.

sábado, julho 15, 2006

Os novos outdoors da JSD Seixal

quinta-feira, julho 13, 2006

É oficial

É oficial, amanha tenho exame e devia de tar a estudar mas como existe tanto coisa interessante para se fazer, resolvi vir actualizar o blog, é oficial mesmo oficial, o país parou , depois de o mundial ter acabado faz 5 dias, de o nosso Primeiro ter ido ontem pela ultima vez á Assembleia antes de entrarem as férias parlamentares, depois de o Benfica ter começado a pré época, da troca de galhardetes ter começado devido ás ultimas contratações do nosso futebol, do calor estar aí á porta dos 40ºgraus, das praias estarem cheias, das touradas(aquelas feitas a cavalo) passarem em horario nobre, dos fogos estarem a queimar tudo o que há ainda para arder, do Algarve começar a rebentar pelas costuras, dos jogos para a elimanatória da Liga Dos Campeões, do Avante daqui a 2 meses encher o meu Seixal, e de uma inercia porque as ferias estão aí, o país vai parar.Assim sendo tambem já é oficial que amanha devo chumbar e como todos os bons portugueses até setembro....

Ia me esquecendo da ultima oficialização, os exames de matematica do 12 ano voltaram a ser oficiais como todos os outros anos.

quinta-feira, julho 06, 2006

No comments(a proposito de futebol)

Extremamente real.

Na Sequencia

Quanto é que ganha o Presidente da Fifa.....Sepp Blater???

O Mundial tem destas coisas

O mundial tem mesmo de estas coisas, além de movimentar milhões, de colocar milhões de pessoas a sofrer pelo seu país, de pôr dos bancos nacionais a guerrearem entre si o contrato de Scolari, de nos fazer sair para a rua de carro a apitar quando a gasolina está a preço de oiro, ainda vai conseguir fazer, caso isto a Italia vença o campeonato do Mundo com que esta economia comece a crescer e a controlar o seu deficit,ora vejam.

quinta-feira, junho 29, 2006

Um novo blog

Descobri este blog.....Jardim do Arraial

Um texto imperdivel

Um texto imperdivel no blog do Lóbi do Chá acerca do net emprego(portal) lançado ontem pelo nosso executivo socialista..........

Enquanto nos EUA

O FED(equivalente ao banco de Portugal nos EUA) voltou a aumentar as taxas de juros pela 17º consecutiva, colocando o preço do dinheiro no valor mais alto desde Março de 2001, os juros foram aumentados para 5,25%, e mais aumentos vai depender do desempenho da economia norte americana.

quarta-feira, junho 28, 2006

Juros altos é bom??

Na minha revista de imprensa nocturna, deparei me com este bom texto sem ser escrito em economês,por o director do Diario Economico(Martim Avillez Figueireido),vale a pena lê-lo.



Juros altos é bom?Portugal não gosta do aumento das taxas de juros. Compreende-se. A decisão vem de fora e ataca directamente a carteira de cada um. Mas o país tem razões para apoiar estes aumentos – eles abrem uma possibilidade para disciplinar a economia.


Como? O novo custo do dinheiro pode alterar comportamentos: dos consumidores, do sistema financeiro, das empresas e, muito importante, dos governantes. Primeiro, os consumidores. Os portugueses gastam acima do que ganham. Vivem endividados, mas têm razões para isso: o dinheiro é tão barato (1000 euros custam cerca de 35 euros mensais) que eles se limitam a responder correctamente a um incentivo - tal como um anúncio de saldos estimula a disponibilidade para comprar. Com dinheiro mais caro, claro, o comportamento altera-se.


Como? Taxas de juro mais altas penalizam a decisão de comprar dinheiro. E há outra virtude nessa mudança de comportamento: corrigirá os excessos do sistema financeiro, o que leva o raciocínio à segunda etapa.


O sistema financeiro responde de forma inversa ao mesmo incentivo – isto é, se há procura de dinheiro, vende-o barato. Como os portugueses não poupam (não têm dinheiro parado que possa ser emprestado), os bancos pedem, também eles, emprestado. Ao estrangeiro. Em números, a banca colocou em circulação cerca de 50% do PIB em dinheiro emprestado. Isto é, há cerca de 80 mil milhões de euros a circular na economia portuguesa que estão por pagar. Com juros. Assim, se os empréstimos baixassem, os bancos pediriam menos dinheiro – fragilizando menos o sistema financeiro (numa crise como a da Argentina, não haveria dinheiro disponível para pagar essa dívida e o sistema faliria).


As empresas apresentam problema diferente. Quando um mercado absorve a maior parte da produção (muito consumo), as empresas tendem a esquecer as exportações. Se esse consumo (pago com dinheiro emprestado) baixar, as mesmas empresas procurarão novos mercados. Além fronteiras. Exportarão, equilibrando de uma vez a doente balança comercial, ao ponto de sonharmos com exportações maiores do que as importações).


Finalmente, os governantes. Com o consumo musculado, a economia nacional vai crescendo. Eles sabem que o dinheiro não existe - mas sabem que nem todos percebem isso. Assim, em cada ano de má performance económica, eram salvos pelo gongo do consumo. Sem ele, seriam obrigados a encontrar as tão faladas reformas estruturais que mexem com a economia. Não teriam desculpas.


Jean-Claude Trichet está certo. As suas decisões, à distância, podem fazer mais pela economia portuguesa do que os esforços do Governo.

Regozijo

Quem é que não gosta de um autarca espalhafatoso, que agarre os bois (se for caso disso) pelo cornos mesmo que estes estejam embolados,eu gostei mesmo até para quem acaba de acordar de saber que o Fernando Ruas, Presidente da Associação Nacional de Municípios, a dizer para atirar pedras aos fiscais, ate comecei o dia mais bem disposto e tudo....... E se formos a ver a seguir aos policiais(GNR,PSP,PM) os gajos que mais nos chateiam são mesmo os fiscais, por isso vamos correr com eles à pedrada.